skip to content

UFOP, Ufes e Ufmg se unem e traçam estratégias em prol dos atingidos pela barragem

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Discutir a ampliação das frentes de ajuda aos atingidos pelo rompimento da barragem da Samarco foi uma das propostas do encontro entre representantes das pró-reitorias de Extensão da UFOP, Ufmg e Ufes, na quarta (17), no auditório da Escola de Nutrição, campus Morro do Cruzeiro. A intenção é dar continuidade ao que já vem sendo realizado paralelamente, e em parcerias não oficiais pelas três universidades, criando um eixo que liga Minas Gerais ao Espírito Santo, estados atingidos pela tragédia. Eventos de visibilidade regional e nacional estão sendo programados para serem um meio de divulgação e realização de projetos.   
 
A Frente de Ajuda aos Atingidos da UFOP avança para tornar-se um programa de extensão, integrando o "Participa Ufmg" e facilitando a interação e apoio aos envolvidos, com propostas concretas que vão desde a criação de ações de comunicação (site, página no facebook etc), para divulgação das reuniões, ações e arquivos de utilidade pública, até projetos de saúde, educação, trabalho, cultura e meio ambiente, que possam gerar renda para a comunidade e um reconhecimento do lugar onde habitavam, mantendo vivas as memórias. 
 
RESULTADOS - Entre as ações definidas, segundo a equipe de voluntariados, deve ser criado o OBSERVATÓRIO INTERINSTITUCIONAL DA TRAGÉDIA MARIANA – RIO DOCE, entendido como um locus privilegiado para analisar científica e politicamente as questões decorrentes do rompimento da barragem e seus efeitos na população atingida, em risco e estigmatizada.
 
A coordenação desse observatório será responsabilidade das pró-reitorias de extensão das três instituições para o desenvolvimento de ações conjuntas no ensino, na pesquisa e na extensão e também o desenvolvimento de ações com parcerias externas. Busca-se, ainda, aprovar a criação de uma plataforma de comunicação comum das três instituições, incluindo o mapeamento e diagnóstico das ações internas e externas já em curso nos âmbitos do ensino, da pesquisa, da extensão e da governança.
 
Como próximas ações, o grupo pretende também sistematizar os registros já disponíveis para compor um projeto a ser enviado à Fapemig. Todas essas propostas, a partir de agora, começam a ser debatidas internamente nas Instituições parceira. Na UFOP, reunião deve ocorrer no dia 16 de março (data ainda a ser confirmada), às 14h. Na sequência, às 15h, representantes das três Instituições se reunem, via Skipe, para definir os novos encaminhamentos.

 

Veja também

9 Novembro 2017

A iniciativa do Aulão Solidário, do professor Éverlan Stutz, formado em Artes Cênicas pela UFOP, conseguiu coletar alimentos não perecíveis...

Leia mais

1 Novembro 2017

Dois anos do rompimento da barragem de Fundão, em Bento Rodrigues, distrito de Mariana. Uma tragédia socioambiental, com forte repercussão...

Leia mais

30 Outubro 2017

Pela 17° vez, calouros das repúblicas da Associação das Repúblicas Reunidas de Ouro Preto (Arrop) e da Associação da Repúblicas...

Leia mais

17 Outubro 2017

A 8ª edição do Campus Aberto acontece sábado (21). Atividades diversas e para todas as idades acontecerão no gramado em...

Leia mais