skip to content

50ª edição do Festival de Inverno homenageia Zé Pereira

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Íris Zanetti

A 50ª edição do Festival de Inverno Ouro Preto e Mariana - Fórum das Artes será realizada de 8 a 23 de julho. Neste ano, a agremiação folclórica-carnavalesca Zé Pereira do Club dos Lacaios será homenageada, junto com o icônico personagem. Sediada em Ouro Preto, a agremiação completa 150 anos de atividades ininterruptas em 2017.

Além da homenagem, a edição ainda será marcada por uma forte presença das tradições locais em sua programação. Segundo Wilson Pereira de Oliveira, pró-reitor adjunto de Extensão, ao trazê-las para o evento, o intuito é aproximar a população da região do Festival. “Nós entendemos que as cidades têm de se mostrar no Festival. E geralmente são pessoas de fora que trazem contribuições à cultura local e não o oposto, mas os convidados principais são os integrantes de atividades artísticas dos municípios de Mariana e Ouro Preto”, explica.

Gabriela Gomes, professora do curso de Museologia da UFOP e coordenadora do Projeto “Residência do Zé Pereira: a história do Clube dos Lacaios contada por sua gente”, ocupa a posição de curadora de tradições nesta edição do Festival.  Para ela, “é como se a universidade passasse a dar voz à comunidade. A sensação é de uma realização muito grande, pois a gente se torna interlocutor entre a cidade e a Universidade, valorizando as tradições locais”, ressalta. Além da agremiação, outras organizações locais terão espaço dentro do evento da Universidade.

ZÉ PEREIRA - Fundada em 1867, a agremiação folclórica-carnavalesca Zé Pereira do Club dos Lacaios é a mais antiga em atividade no Brasil. Desde sua fundação, o Zé Pereira desfila pelas ladeiras de Ouro Preto com seus três bonecos mais antigos: Catitão, Baiana e Benedito, acompanhados do toque dos clarins e das lanternas.

Para o presidente da agremiação, Arthur Ramos Carneiro, é importante falar sobre e, principalmente, valorizar as tradições da cidade em um evento grande como o Festival de Inverno. “Eu fico muito feliz com essa oportunidade, não só pelo Zé Pereira, mas também por outras instituições culturais aqui da região, como o Congado e outras mais. Acredito que temos que valorizar  o que é feito aqui, tanto em Ouro Preto como em Mariana. Será uma oportunidade de aproximar a comunidade da universidade, de desmistificar um pouco o preconceito que existe”, acrescenta.

INSCRIÇÕES - A organização do Festival recebe, até o próximo domingo (21), as inscrições para eventos e oficinas. São previstas atividades em Ouro Preto, Mariana e João Monlevade. O edital e os formulários de inscrições podem ser acessados em festivaldeinverno.ufop.br.

Membros da comunidade acadêmica que desejem levar projetos que já desenvolvem dentro da Universidade para o Festival podem se inscrever pelos mesmos formulários e seguindo o mesmo edital.

Veja também

26 Julho 2016

No maior salão do Centro de Convenções, palco de diversos eventos culturais, duas meninas apaixonadas por fotografia expõem seus registros...

Leia mais

19 Julho 2016

Caminhando pelas ruas de Ouro Preto, os personagens João Grilo (Cláudio Falcão), a pé, e Chicó (Fernando Augusto), de bicicleta,...

Leia mais

19 Julho 2016

Além de exposições, oficinas e concertos, o Festival de Inverno trouxe diversas apresentações culturais para o público interessado. Estudantes de...

Leia mais

18 Julho 2016

A Exposição "Arte, Resistência e Solidariedade" exibe obras de 35 artistas ouro-pretanos que, nelas, reafirmam a necessidade de modificarmos nossa...

Leia mais