skip to content

80 anos de história e conquistas

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Por Cláudia Marliére, reitora, e Hermínio Nalini, vice-reitor
 
Trabalhar em favor de pessoas e de instituições: atender, acolher, dialogar em prol de melhorias, orientar, dar direção. Neste espírito, nos estabelecemos como servidores públicos — técnicos administrativos e professores —, a partir de uma conquista que se deu no dia 28 de outubro de 1937, no Governo Vargas, que regulamentou o serviço público no país, com a criação do Conselho Federal do Serviço Público Civil.
 
Trata-se de uma data que deve simbolizar a renovação do compromisso estabelecido há 80 anos — oferecer serviços ao público e defender as instituições que garantam os processos para tal —, contribuindo, assim, para a sustentabilidade de outros tantos direitos conquistados pela sociedade, em organizações públicas e privadas.
 
Tais atributos, fundamentos e direcionamentos, inclusive, é que dão sentido à estabilidade funcional duramente adquirida ao longo da história. Para servir bem é preciso ter dedicação, serenidade e tranquilidade, de forma a atender às necessidades do público, que nos procura na busca de soluções e garantias de direitos adquiridos. 
 
Devemos também, em nome desta estabilidade, nos nortear pela Lei, e, sobretudo, nos posicionarmos de forma a esclarecê-la. Assim, teremos condições de entender o problema do outro e, numa posição mediadora, apresentar alternativas aos processos que se apresentam em nosso cotidiano, sempre nos pautando na ética, na legalidade, na publicidade, na transparência, na impessoalidade, na moralidade e na eficiência.
 
Em nosso contexto, a complexidade de uma universidade exige do servidor um empenho ainda maior. O composto organizacional/institucional deste ambiente — a diversidade de seus públicos, a garantia de uma inserção social, o compromisso de um ensino gratuito de qualidade e a democratização do conhecimento, entre outras características e necessidades — pede, cada vez mais, um servidor proativo, com oportunidades para o aperfeiçoamento de suas habilidades, e, sobretudo, valorizado, para que seja assegurada a essência de sua missão que, em última instância, passa a ser a de garantir e facilitar o desenvolvimento institucional.
 
Comemoremos, portanto, esse dia, renovando o compromisso com a nossa sociedade.
 
Parabéns a você, servidor da UFOP.

Veja também

18 Junho 2018

Segundo a Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGP) da UFOP, a fácil adaptação dos técnicos, dos três campi, ao Ponto...

Leia mais

14 Junho 2018

A Comissão Eleitoral do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) divulgou, nesta quinta (14), o resultado da consulta pública...

Leia mais

12 Junho 2018

A Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGP) e o Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) iniciaram os treinamentos do ponto...

Leia mais

11 Junho 2018

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) entrou na classificação das melhores universidades de países emergentes de 2018. Juntamente com...

Leia mais