skip to content

Nota da Andifes sobre condução coercitiva na UFMG

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Andifes
Com: 
Andifes
A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), em nome dos (as) sessenta e três reitores (as) das Universidades Federais brasileiras, vem, mais uma vez, manifestar a sua indignação com a violência, determinada por autoridades e praticada pela Polícia Federal, ao conduzir coercitivamente gestores (as), ex-gestores (as) e docentes da Universidade Federal de Minas Gerais, em uma operação que apura supostos desvios na construção do Memorial da Anistia.
 
Confira a nota na íntegra no site da Andifes. 

Veja também

13 Dezembro 2017

O processo movido pela Arquidiocese de Mariana contra a UFOP, que culminou na sentença determinando a restituição do prédio do...

Leia mais

12 Dezembro 2017

Os conselheiros do CUNI fizeram reunião extraordinária nesta terça-feira (12), em Mariana, para discutir sobre a situação da UFOP frente...

Leia mais

11 Dezembro 2017

A reunião será nesta terça-feira (12), às 9h, em Mariana, na sala G-020 do ICHS, e terá como pauta única...

Leia mais

28 Novembro 2017

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) divulga nota de apoio aos professores da UFOP...

Leia mais