skip to content

Custo da refeição nos restaurantes universitários é reduzido

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Íris Jesus
Até 2018, cada refeição custava para a UFOP R$ 10,18. A partir deste semestre, com a contratação de uma empresa terceirizada para o fornecimento da alimentação, cada bandeja vai ter o custo de  R$ 6,10, o que gera uma economia de R$ 4,10 por refeição. Ao ano, isso representa mais de R$ 3,5 milhões para aproximadamente 800 mil refeições anuais e esse recurso poderá ser aplicado em outras ações institucionais.
 
Com o retorno às aulas, no dia 11 de março, os Restaurantes Universitários retomarão o funcionamento. Devido a essa economia, a Universidade conseguirá subsidiar parte dos custos da bandeja, e não será necessário alterar o valor para os estudantes de graduação e pós-graduação, que continuarão pagando R$ 3,00 por refeição.
Devido aos sucessivos contingenciamentos orçamentários, e visando não prejudicar o atendimento e manter os subsídios dos estudantes em condição de vulnerabilidade socioeconômica, a Universidade iniciou um conjunto de estudos na busca por uma alternativa mais viável para a gestão do RU, o que levou à terceirização.
 
SERVIDORES - Observando a Lei Federal nº 8.460/92, em seu art. 22, § 5º, e o Decreto nº 3.887/2001, em seu art. 4º, a UFOP garantirá aos servidores, técnico-administrativos e docentes, o mesmo valor de custo da bandeja, R$6,10.
 
Na última quarta (27), foi realizada uma reunião com representantes da Universidade, da Associação dos Servidores da UFOP (Assufop) e da Associação dos Docentes da UFOP (Adufop), para que a questão fosse levada para as categorias.
 
Funcionários terceirizados e outros visitantes também pagam R$ 6,10. Confira todos os valores na Portaria Reitoria nº 063, publicada no Boletim Administrativo de hoje (1).
 
BENEFÍCIO INTEGRAL - Em dezembro de 2018, o auxílio em valor integral da bolsa alimentação passou a valer para todos os alunos atendidos pela bolsa permanência, independentemente da categoria (A, B, C ou D).
 
Assim, 1,6 mil estudantes das categorias B, C e D, que recebiam respectivamente isenção parcial de 75%, 50% e 25% no valor das refeições nos Restaurantes Universitários, passaram a almoçar e jantar gratuitamente. No total, 2.533 estudantes passaram a ser contemplados com bolsa alimentação integral.

Veja também

11 Janeiro 2016

Todos os cidadãos têm por direito ter acesso à informação pública, seja ela de interesse pessoal ou coletivo. Esse direito...

Leia mais

15 Janeiro 2016

A Secretaria de Órgão Colegiados (SOC) da Universidade Federal de Ouro Preto também está com a página renovada. O novo...

Leia mais

15 Janeiro 2016

Em decorrência de treinamento com novo software de gestão implantado no Sisbin, as bibliotecas não funcionam nesta segunda (18), retomando...

Leia mais

27 Janeiro 2016

Lançamento do site , reunião com representantes das unidades e de entidades e sistematização das sugestões são as primeiras atividades...

Leia mais