skip to content

Oficina realizada no Festival de Inverno é ministrada em Santa Catarina

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
A oficina “Memórias, ausências e história: atingidos e resiliência em Mariana - Vida Secreta dos Objetos e das Paisagens”, que ocorreu dentro da programação do Festival de Inverno, reverberou em outros encontros. A atividade integrou o IX Fórum Brasileiro e IV Encontro Catarinense de Educação Ambiental, em Balneário Cambouriu, Santa Catarina, entre 17 e 20 de setembro. 

O mecanismo adotado para a construção da oficina foi o de uma roda de saberes, por meio da qual foi possível falar, escrever e produzir desenhos sobre as histórias de vida.

A oficina foi ministrada pelos professores Dulce Maria Pereira, da UFOP, e José Matarezi, da Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Participaram do encontro as atingidas pela Barragem do Fundão, Luzia Nazaré Motta Queiroz e Rosária Ferreira Duarte Frade, e a aluna de Engenharia de Produção da UFOP Hellen Guimarães. A professora Dulce Maria também representou a UFOP no II Encontro Nacional de Escolas Sustentáveis e no Encontro de Mulheres Ambientalistas da América Latina. Os eventos aconteceram paralelamente ao Fórum. 

12614_img_0935.jpg

Divulgação
 
Parte do grupo participou ainda do lançamento do curta-metragem "Além da Lama" em Balneário Cambouriu, Itajaí e Joinville. O curta-metragem será exibido nesta quarta (4) no 8º Encontro Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens, no Rio de Janeiro.  
 
"Além da Lama" - O curta-metragem é um dos resultados da oficina realizada em Mariana durante o Festival de Inverno. Na ocasião, além da professora Dulce Maria Pereira e do professor José Matarezi, também esteve presente o gravurista José Milton Turcato. 
 
Da oficina, resultou ainda um livro com mais de 30 histórias de vida, editado em cartonaria pelo Instituto Caracol de Navegantes (SC), com o objetivo de disseminar e fortalecer a luta dos movimentos sociais e dos atingidos pela barragem. Todo o trabalho dialoga com a valorização da memória socioambiental no processo de educação ambiental desenvolvido no cotidiano da escola e das comunidades. 
 
A oficina, o filme e o livro são resultado de ações em parceria entre Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) e Universidade Regional de Joinville (UNIVILLE), em articulação com o Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), ativada pelos projetos de pesquisa e extensão “Escolas Sustentáveis” (UFOP), “Trilha da Vida” e "Sala Verde  - Observatório de Educação, Saúde, Cidadania e Justiça Socioambiental do Vale do Itajaí (SC)” (UNIVALI), e "Arte, Cultura, Patrimônio: da produção à institucionalização - relações e tensões - ARCUPA" (PMPCS/UNIVILLE), com apoio do Instituto Caracol, Ladurabilité - ações para sustentabilidade e do projeto Somos do Mar. 

Veja também

10 Março 2020

O Fórum Técnico Minas Gerais pela Ciência - Por um Desenvolvimento Inclusivo e Sustentável teve início na Universidade Federal de...

Leia mais

2 Março 2020

A Prefeitura de Ouro Preto realiza neste sábado (7) a Sétima Conferência da Cidade, que tratará da revisão do Plano...

Leia mais

18 Fevereiro 2020

Em junho deste ano são celebrados os 300 anos da Revolta de Vila Rica, e, para marcar a data, uma...

Leia mais

12 Fevereiro 2020

A UFOP participa com dois vídeos na primeira edição do Concurso Audiovisual da Associação Nacional das Instituições Federais de Ensino...

Leia mais