skip to content

Apresentação de trabalhos movimenta o Encontro de Saberes

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Tuila Dias
Com: 
Júlia Lopes e Júlia Militão - estagiárias

A organização do evento foi planejada de maneira diferente na edição deste ano. As atividades de iniciação científica e pós-graduação ficaram concentradas no segundo dia, reunindo trabalhos nas áreas de Ciências Humanas, Letras e Artes, Ciências Sociais Aplicadas, Ciências da Vida e Engenharias. 

Entre as diversas pesquisas, foram apresentados estudos voltados à representação de gênero nas revistas femininas, às representações da infância na mídia, ao impacto da globalização sobre o crescimento econômico, aos negócios sociais e empreendedorismos sociais no terceiro setor, à análise comparativa dos mercados editoriais brasileiros e ao mapeamento do perfil profissional das vítimas do rompimento da Barragem de Fundão. 

No último dia, foram promovidas as atividades de extensão e ensino, com a exposição de trabalhos de todas as áreas, como os projetos "Educação ambiental em saneamento nas áreas de interesse social em Ouro Preto", do Departamento de Engenharia Urbana; "10 anos de atividade artística e cultural do coral da UFOP", do Departamento de Música; "Conscientização socioambiental por meio da gestão de resíduos", do ICEA; "Uso eficiente de água e energia na Escola de Minas da UFOP", do Departamento de Engenharia de Produção; "Telecentro Comunitário", da Computação, "Um dedo de prosa com as gestantes do SUS", da Escola de Nutrição, entre muitos outros. 

O professor de Economia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Chrystian Soares Mendes esteve na comissão avaliadora do evento e afirmou que "o evento é muito importante para a comunidade acadêmica, dado que conseguimos unificar, em um evento, vários trabalhos e pesquisas que a Universidade vem desenvolvendo. Estão sendo apresentados vários trabalhos relevantes, tanto em termos de pesquisa quanto em relação à questão das atividades extensionistas, tentando trazer a comunidade para próximo da Universidade, que é um dos pilares fundamentais". 

Aluna do curso de Ciências Sociais, Cynthia Amarachuwku, da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), esteve pela primeira vez no evento. Ela comenta que "é importante participar, não só para expor o projeto, mas principalmente para praticar a oralidade. (...) É também uma oportunidade de expandir conhecimentos e se informar sobre outras áreas".

Gabriel Conbê, estudante de Jornalismo na UFOP e participante do Encontro de Saberes pela terceira vez, acredita que "os participantes precisam divulgar as variadas vertentes dos cursos e entender que todos eles se integram e se completam". 

O evento vem contribuindo para a formação de profissionais, e o mais importante, é aberto à comunidade. Assim, promove a integração e a troca de experiências.

Veja também

8 Novembro 2019

Bolsistas do CNPq e trabalhos de Iniciação Científica receberam prêmios dentro das categorias menção honrosa e destaque, observando sua área...

Leia mais

7 Novembro 2019

A Coordenadoria de Assuntos Internacionais (Caint) promoveu o 5º Seminário de Internacionalização como uma das atividades do Encontro de Saberes...

Leia mais

6 Novembro 2019

A cerimônia de abertura da 11ª edição do Encontro de Saberes contou com a presença de vários membros da comunidade...

Leia mais

6 Novembro 2019

"Menino 23: infâncias perdidas no Brasil" (2016) é um documentário brasileiro de Belisário Franca. A partir da descoberta de tijolos...

Leia mais