skip to content

III Fórum Permanente de Sustentabilidade discute as ações das cidades históricas da região

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Mylena Gonçalves
Com o tema "Cidades históricas e seus entornos: a sustentabilidade e a resiliência vão além de seus núcleos urbanos", o III Fórum Permanente de Sustentabilidade das Cidades Históricas de Minas Gerais promoveu dois dias de discussões com programação diversificada. O evento fez parte da programação do Festival de Inverno de Ouro Preto, Mariana e João Monlevade

O evento contou com palestras, painéis temáticos, minicursos e oficinas relacionados às políticas públicas das áreas sociais, econômicas e ambientais e voltados ao desenvolvimento sustentável das cidades históricas. O Fórum aconteceu nos dias 11 e 12 de julho, e teve a participação de palestrantes e debatedores da UFOP e outros centros de ensino, além de representantes de prefeituras, órgãos estaduais e outras entidades governamentais e não governamentais. 

O professor Paulo de Castro Vieira, coordenador técnico do Fórum, explica que o evento tem como proposta contribuir com a formulação de políticas públicas nos municípios de Minas Gerais. Ele conta que o evento gerou algumas contribuições para comunidades, órgãos e pessoas relacionados ao tema: "Vamos gerar uma carta-manifesto endossada a todas essas entidades e às demais que se relacionam com a causa. Outra contribuição foi através de capacitações, oferecemos oito minicursos e oficinas sobre a temática, além de uma visita técnica guiada. E a terceira é um levantamento que estamos fazendo — já apresentado nesta edição — que é o observatório do desenvolvimento sustentável das cidades históricas, onde apresentamos informações sobre indicadores de desenvolvimento sustentável nas dimensões sociais, ambientais, econômicas e institucionais das cidades, apontando o caminho de evolução desses indicadores e das políticas públicas ao longo do tempo".

A ação foi idealizada pela UFOP, por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e de alguns departamentos, em parceria com a Cátedra Unesco Águas, Mulheres e Desenvolvimento e com a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais.
 
 
 

Veja também

19 Janeiro 2016

Com uma exposição curricular que mostrará um recorte de todo o aprendizado adquirido ao longo do curso de Museologia da...

Leia mais

22 Janeiro 2016

O professor da UFOP Everton Rocha Soares e a mãe Marlete Rocha Soares emergem nas histórias vividas por sua família...

Leia mais

22 Janeiro 2016

O grupo Mulheres em Chama, formado por estudantes de Artes Cênicas da Ufop, está realizando ensaios abertos como preparação para...

Leia mais

1 Fevereiro 2016

O Projeto Sou Mais Juventude solicita aos docentes da Universidade, que enviem pesquisas e trabalhos desenvolvidos sobre o vazamento de...

Leia mais