skip to content

Divulgado edital de seleção de bolsistas para Festival de Inverno

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Estão abertas as inscrições para seleção de bolsista para atuar na produção do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana - Fórum das Artes 2018. Podem participar alunos regularmente matriculados em qualquer curso da UFOP e com média mínima de 6,0 no semestre anterior. O número de vagas será preenchido de acordo com as necessidades da Organização do Festival.

Os candidatos devem se inscrever até 20 de junho pelo formulário on-line, juntamente com a tabela de horários informando a disponibilidade de cada dia do mês. O resultado será divulgado em 25 de junho, no site oficial do Festival. 

O Festival de Inverno acontece de 6 a 22 de julho, em Ouro Preto, Mariana e João Monlevade. 

Acesse o site do Festival para ler o edital.

O FESTIVAL — Neste ano, o Festival vai relembrar o Tropicalismo, movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música popular e da cultura brasileira entre 1967 e 1968. Seus participantes formaram um grande coletivo, cujos destaques foram os cantores-compositores Caetano Veloso e Gilberto Gil, além das participações da cantora Gal Costa, do cantor-compositor Tom Zé e da banda Mutantes. A cantora Nara Leão e os letristas José Carlos Capinan e Torquato Neto completaram o grupo, que teve também o artista gráfico, compositor e poeta Rogério Duarte como um de seus principais mentores intelectuais.

O pró-reitor adjunto de Extensão, Wilson Pereira, conta que o legado desses artistas foi um dos aspectos que levou a organização do Festival a fazer essa homenagem. “Eles influenciaram e ainda influenciam novos artistas brasileiros. Além disso, grandes nomes como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé e Gal Costa estão na ativa até hoje. Isso merece ser homenageado e lembrado durante o Festival”. Os 50 anos comemorados pelo Festival é pelo aniversário do álbum “Tropicalia ou Panis et Circencis”, lançado por Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Nara Leão, Os Mutantes e Tom Zé, acompanhados dos poetas Capinam e Torquato Neto, e do maestro Rogério Duprat, em julho de 1968.

Os tropicalistas deram um histórico passo à frente no meio musical brasileiro. A música brasileira pós-bossa nova e a definição da “qualidade musical” no país estavam cada vez mais dominadas pelas posições tradicionais ou nacionalistas. Contra essas tendências, o grupo baiano e seus colaboradores procuraram universalizar a linguagem da MPB, incorporando elementos da cultura jovem mundial, como o rock, a psicodelia e a guitarra elétrica. 

Saiba mais no festivaldeinverno.ufop.br.

Veja também

18 Janeiro 2016

O Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana - Fórum das Artes, considerado um dos maiores eventos culturais do...

Leia mais

6 Julho 2016

2016.07.08_cortejozepereira_op_iriszanetti-2.jpg Íris Zanetti O cortejo Zé Pereira dos Lacaios foi às ruas de Ouro Preto no primeiro dia de festival...

Leia mais

9 Julho 2016

Com Lígia Souza Na fria noite de ontem (8), teve início o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana...

Leia mais

10 Julho 2016

2016.07.08_cortejozepereira_op_iriszanetti-7.jpg Íris Zanetti O cortejo comemorou o aniversário da cidade. Zé Pereira dos Lacaios desfilou pelas ladeiras históricas de Ouro...

Leia mais