skip to content

Festival de Inverno tem início inspirador

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Íris Zanetti
Com Lígia Souza
 
Na fria noite de ontem (8), teve início o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana. Com a programação gratuita e rica, o evento este ano traz o tema “Resistência”. Em Ouro Preto, o pontapé inicial ficou por conta da intervenção cênica “Atrasverso; percurso 2”,  inspirada no livro de Italo Calvino, “Marcovaldo, ou, As quatro estações na cidade”, seguido da obra “De quando bate a saudade”, que mostra a relação do intérprete criador com a morte de seu pai e o nascimento de seu filho.
 
Já em Mariana, a abertura foi no Teatro SESI. A Orquestra Contemporânea SESI Mariana subiu ao palco com um repertório eclético que transitou entre a música erudita e a popular brasileira, indo de Ludwig van Beethoven e Georg Friedrich Händel a Milton Nascimento e Luiz Gonzaga.
 
 

orquestra_nathalia_torres.jpg

Nathalia Torres
A Orquestra Contemporânea SESI Mariana se apresentou ontem.
 RESISTÊNCIA - O tema trazido para esta edição é reflexo do cenário econômico e político do país e do evento. O pró-reitor adjunto de Extensão, Rondon Marques Rosa, conta que a escolha do tema aconteceu ao longo deste ano. “Entendendo que a arte é uma estrutura de resistência, utilizada como veiculo de resistência, e também entendendo que a arte tem que se manifestar e manter resistente na região”, conclui.
 
A pró-reitora de Extensão, Ida Berenice do Prado Heuser, falou sobre as dificuldades, lembrando que, sem recurso financeiro, as atividades puderam contemplar os diversos anseios do evento. “O festival está acontecendo devido aos artistas, empresários, alunos, professores e técnicos estarem participando de forma gratuita e colaborativa”, conclui. Ela acrescentou, ainda, que o evento conta com várias oficinas e diversas apresentações. “Verifiquem a programação e venham participar do Festival”, convida.
 

img_0054.jpg

Lorena Balbino
A intervenção cênica Attrasverso; percurso 2 foi a primeira apresentação do Festival de Inverno 2016.
 
Clique aqui e veja a programação completa do Festival, que inclui espetáculos, oficinas e exposições. As atividades acontecem ao ar livre e em diversos prédios por Ouro Preto e Mariana.

multidanca_iris_zanetti.jpg

Foto: Íris Zanetti
Depois das apresentações da Cia Multidança, plateia e artistas conversam.
 
COLETIVO - As duas apresentações de Ouro Preto aconteceram no Centro de Convenções e ambas foram da CIA Multidanças, um coletivo de artistas independentes de Belo Horizonte que traz outras apresentações para a edição de 2016 do Festival de Inverno. “A gente se reuniu com razões que se parecem com a do Festival: fazer arte é difícil. Imaginamos que trabalhar colaborativamente nos daria mais força”, explica Márcia Neves, do duo que apresentou o espetáculo “Atrasverso; percurso 2”.
 
O grupo traz quatro apresentações ao Festival. Além dos dois espetáculos de ontem, a programação inclui “Off; Eles não olham pra nós”, com intervenções de arte de rua, e Kalundu, que será apresentado hoje (09), a partir das 20h no Centro de Convenções. A proposta é que, após os espetáculos, haja um momento de diálogo entre artistas e público.
 

Veja também

17 Julho 2019

Shows, concertos, apresentações teatrais, exposições, seminário, filmes, oficinas e muito mais estão na programação do último fim de semana do...

Leia mais

11 Julho 2019

Espetáculos, shows, exposições e oficinas dão o tom do segundo fim de semana do Festival de Inverno de Ouro Preto,...

Leia mais

8 Julho 2019

Com o tema "Diálogos com os Sertões das Gerais", uma homenagem às Cavalhadas de Amarantina, distrito ouro-pretano, e comemorando os...

Leia mais

5 Julho 2019

O Festival de Inverno de Ouro Preto, Mariana e João Monlevade abre a edição 2019 amanhã (6). Neste ano a...

Leia mais