skip to content

Cuni define procedimentos para implantação dos novos conselhos superiores

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Em reunião realizada na última quinta (7), o Conselho Universitário da UFOP (Cuni) aprovou a resolução que define os procedimentos para implantação dos novos Conselhos Superiores, que substituem o de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), além do Conselho Universitário e do Conselho Curador. Sugestão: que substituem o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), o Conselho Universitário e o Conselho Curador.
 
Com a implantação do novo estatuto da UFOP, aprovado em Assembleia Universitária em janeiro de 2017, a Universidade trabalha para colocar em prática as alterações trazidas pelo documento. Entre elas, está a reestruturação do Cepe, que se divide em três novos conselhos: de Graduação; de Pesquisa e Pós-Graduação; e de Extensão e Cultura.
 
A resolução aprovada pelo Cuni estabelece o cronograma para que esses conselhos passem a funcionar de acordo com o estatuto. Com a suspensão de atividades devido à pandemia do novo coronavírus e a indefinição de quando os integrantes poderão se encontrar presencialmente, não foi possível estabelecer uma data para a primeira reunião dos conselhos. Assim, foi definido que, tão logo as atividades sejam retomadas e os membros possam participar da reunião, serão definidos os prazos para que ela seja realizada.  
 
Na primeira reunião de cada conselho, que terá a participação apenas dos integrantes natos, os participantes deverão definir o calendário das eleições para escolha dos representantes de cada classe. Após a finalização do processo eleitoral, os membros devem tomar posse em 15 dias e os conselhos passam a atuar plenamente. 
 
A resolução pode ser lida no Boletim Administrativo da última sexta (8)
 
MAIOR REPRESENTAÇÃO - A representatividade de técnicos, docentes e discentes nos conselhos cresceu. Por isso, a preocupação é que haja tempo hábil para divulgar para toda a comunidade acadêmica da Universidade as mudanças e o processo eleitoral.
 
O Cepe, com 24 membros, é extinto, para dar lugar aos conselhos de Graduação, de Pesquisa e Pós-graduação e de Extensão e Cultura, que terão, respectivamente, 77, 61 e 32 integrantes. Todos incluem representantes de técnicos administrativos, que não tinham representação no Cepe, e de discentes, que tinham representantes escolhidos pelo Diretório Central de Estudantes (DCE), os quais passam a ser eleitos pelos seus pares.
 
Outra novidade é que o novo texto garante a participação de docentes de todas as unidades acadêmicas, visto que o Conselho de Graduação vai incluir todos os coordenadores de curso. Já o Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação inclui os coordenadores dos cursos de pós-graduação stricto sensu e o de Extensão e Cultura terá dois representantes de cada unidade, que devem ser escolhidos pelos seus pares.
 
O Cuni, que conta atualmente com 31 membros, passa a ter 47 depois da reestruturação. Como nos demais conselhos, a representatividade das categorias aumenta: os técnicos, que têm hoje um representante, passam a ter três; o número de discentes passa de dois para três, e o de docentes, de quatro para doze, um representante de cada unidade acadêmica. Todos devem ser indicados pelos pares.
 
DIVULGAÇÃO - Para dar suporte aos conselhos e garantir que todas as categorias entendam as mudanças e saibam do seu direito de participação, será realizada uma ampla divulgação nos canais da UFOP. Para isso, A Coordenadoria de Comunicação Institucional (CCI) vai realizar um trabalho conjunto com a Comissão de Transição para a Implementação do Novo Estatuto e Regimento da UFOP.

Veja também

28 Maio 2020

A Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (Proplad) comunica a todas as unidades e departamentos acadêmicos e aos setores administrativos da...

Leia mais

27 Maio 2020

A Comissão de Monitoramento Administrativo e Acadêmico, por meio de webconferência, se reuniu na tarde de ontem (27/05) para nova...

Leia mais

22 Maio 2020

Com atividades presenciais paralisadas há mais de 60 dias, a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) continua ativa, principalmente nas...

Leia mais