skip to content

Sexta edição da campanha Fios de Solidariedade arrecada cabelos e doa perucas

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Helen Aquino

Música, artesanato, roda de conversa, oficinas, doações de perucas e cortes de cabelo fizeram parte da programação do Fios de Solidariedade. A ação ocorreu na última quarta (23).

A aluna de Direito da UFOP Brenda Campos viu o evento como uma oportunidade em meio à correria do dia a dia. "Eu sempre quis cortar e doar o cabelo, só que estava esperando crescer um pouco mais, pretendia deixar pra cortar no fim do ano... mas aí vi a oportunidade e pensei, já que estava ali, por que não fazer isso agora?".

fios_1.jpg

Helen Aquino
Estudante Sarah Freitas

Já a estudante Sarah Freitas, aluna do curso de Química Industrial da Universidade, teve o incentivo das amigas para cortar e doar seus cabelos. "Fiquei sabendo do evento por meio do Instagram da Universidade, compartilhei com o centro acadêmico do curso, do qual faço parte, e resolvemos vir. É muito importante! É legal você saber que consegue ajudar alguém de uma forma mais concreta".

É a terceira vez que a cabeleireira Elisabete Santos, de Ouro Preto, participa voluntariamente do Fios. Ela foi uma dos profissionais que fizeram as sobrancelhas e os cortes de cabelo das pessoas que se prontificaram a doar. "Acho importante manter esse trabalho, acho até que poderia ter mais vezes. É muito bonito e gostoso de participar". 

fios_2.jpg

Helen Aquino
Artesã Cecília Ferreira

Uma das representações da força e arte da mulher no evento era Cecília Ferreira. Aos 81 anos, a artesã ouro-pretana apresentou com amor e orgulho os trabalhos em arraiolo, crochê, tricô e outras técnicas. Ela conta que ensina gente de todo o lado a fazer arraiolo e que acha muito importante a iniciativa do Fios de Solidariedade, não só por arrecadar e doar cabelos, mas por apresentar outras formas de apoio. "Artesanato é tão gostoso de fazer, e é tão bom pra cabeça, que muita gente que está com depressão, que está doente, ou coisa assim, me procura para aprender e ver se ajuda. É uma terapia mesmo".

"É a questão de mantermos uma rede de positividade, de ser amigo, de entender a necessidade do outro. O mais importante é isso, mesmo que você não possa doar cabelo, você pode doar um pouco do seu tempo, você pode doar um sorriso, um abraço. A nossa ideia, desde o primeiro momento, foi se transformando: o que mais você pode doar?", provoca Rosana Gonçalves, coordenadora do Fios de Solidariedade.  

DOAÇÕES DE CABELOS - Os cabelos já cortados podem ser entregues em todos os campi da UFOP, de segunda a sexta:

- João Monlevade: Núcleos de Assuntos Comunitários e Estudantis (Nace) - das 13h às 18h
- Mariana: Núcleos de Assuntos Comunitários e Estudantis (Nace) - das 7h às 19h
- Ouro Preto: Centro de Saúde da Universidade - das 7h às 19h

É estimado que, em média, duas mil doações de cabelos são feitas para o Fios de Solidariedade anualmente. Com isso, cerca de trinta perucas por mês são entregues à mulheres e crianças que, por algum motivo, precisam da prótese.

fios_3.jpg

Helen Aquino
Perucas preparadas para doação
 
 

Veja também

29 Janeiro 2016

A UFOP disparou um e-mail a toda comunidade acadêmica alertando sobre a importância da mobilização no combate aos focos de...

Leia mais

15 Abril 2016

A Área de Saúde Ocupacional da UFOP informa que os novos horários de atendimento e agendamento de Exames Admissionais são...

Leia mais

15 Abril 2016

A campanha de vacinação contra gripe começa em 2 de maio. Para melhor atender a população e facilitar o atendimento,...

Leia mais

3 Maio 2016

A vacinação contra influenza (H1N1) é gratuita e está disponível no Centro de Saúde da UFOP e em todos os...

Leia mais