skip to content

UFOP assina termo de compromisso para fazer parte da RedeLab Covid-19

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) terá capacidade para realizar diariamente 200 testes de detecção da Covid-19. De acordo com a responsável técnica pelo Laboratório de Imunopatologia do Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas da UFOP (Nupeb), professora Cláudia Martins Carneiro, a resposta da aprovação do termo de compromisso para o credenciamento, foi confirmada no final da tarde desta terça (28). O laboratório possui o padrão de segurança biológica nível NB2, o exigido pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) para credenciamento e inclusão na RedeLab Covid-19, rede de laboratórios parceiros da Fundação que vai dar suporte às demandas durante a pandemia. "A UFOP está empenhada em fazer tudo que está ao alcance da Universidade para poder atender à comunidade local e ao país", assinala a pesquisadora. 
 
A reitora da UFOP, Cláudia Aparecida Marliére, frisa que o credenciamento e a realização dos testes significam um avanço fundamental para a contenção da doença na região dos Inconfidentes, no momento de pico da contaminação comunitária que já fez vítimas em Mariana. Segundo ela, a Instituição não medirá "esforços para atender nossas comunidades com determinação e segurança, uma vez que temos uma excelente qualificação em nosso corpo de pesquisadores e colaboradores”. A UFOP, disse a reitora, “assim como outras universidades públicas, na contramão de políticas orçamentárias restritivas impostas à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico, se faz presente neste momento tão delicado por que passa o nosso país”, acrescentando que o momento é trágico, e que o credenciamento chega em boa hora.
 
CREDENCIAMENTO - Para realizar os testes de detecção da Covid-19, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) requisita para credenciamento laboratórios NB2, nível de biossegurança  que o Laboratório de Imunopatologia do Nupeb já atende. Dentre os requisitos, havia necessidade de alvará da vigilância sanitária do município, o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e um responsável técnico, uma vez que haverá emissão de laudos. Com o credenciamento, o município de Ouro Preto e a região dos Inconfidentes terão os testes gratuitos.
 
Importante frisar que a coleta do material para os testes será feita pela rede de saúde dos municípios.  
 
TESTES - Na primeira etapa do processo do PCR — exame que detecta o coronavírus —, um robô pipetador é responsável por pipetar todos os reagentes e as amostras na placa de PCR. Em seguida, a placa é colocada no aparelho de PCR em tempo real onde a reação ocorrerá. Por fim, a placa é analisada e os resultados são liberados. Esse trabalho será feito por docentes, técnicos-administrativos, doutorandos e pós-doutorandos da UFOP.

Veja também

22 Janeiro 2021

Buscar meios de ampliar as informações foi um dos temas da reunião remota do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, realizada...

Leia mais

19 Janeiro 2021

O evento "Covid-19, Duas Visões: Escola e Front", que acontece no sábado (23), a partir das 9h, está com inscrições...

Leia mais

15 Janeiro 2021

Em reunião remota realizada ontem (14), o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus retomou as atividades com uma análise da crise...

Leia mais

4 Janeiro 2021

Um grupo formado por pesquisadores da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Fundação Oswaldo...

Leia mais