skip to content

UFOP assina termo de compromisso para fazer parte da RedeLab Covid-19

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) terá capacidade para realizar diariamente 200 testes de detecção da Covid-19. De acordo com a responsável técnica pelo Laboratório de Imunopatologia do Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas da UFOP (Nupeb), professora Cláudia Martins Carneiro, a resposta da aprovação do termo de compromisso para o credenciamento, foi confirmada no final da tarde desta terça (28). O laboratório possui o padrão de segurança biológica nível NB2, o exigido pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) para credenciamento e inclusão na RedeLab Covid-19, rede de laboratórios parceiros da Fundação que vai dar suporte às demandas durante a pandemia. "A UFOP está empenhada em fazer tudo que está ao alcance da Universidade para poder atender à comunidade local e ao país", assinala a pesquisadora. 
 
A reitora da UFOP, Cláudia Aparecida Marliére, frisa que o credenciamento e a realização dos testes significam um avanço fundamental para a contenção da doença na região dos Inconfidentes, no momento de pico da contaminação comunitária que já fez vítimas em Mariana. Segundo ela, a Instituição não medirá "esforços para atender nossas comunidades com determinação e segurança, uma vez que temos uma excelente qualificação em nosso corpo de pesquisadores e colaboradores”. A UFOP, disse a reitora, “assim como outras universidades públicas, na contramão de políticas orçamentárias restritivas impostas à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico, se faz presente neste momento tão delicado por que passa o nosso país”, acrescentando que o momento é trágico, e que o credenciamento chega em boa hora.
 
CREDENCIAMENTO - Para realizar os testes de detecção da Covid-19, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) requisita para credenciamento laboratórios NB2, nível de biossegurança  que o Laboratório de Imunopatologia do Nupeb já atende. Dentre os requisitos, havia necessidade de alvará da vigilância sanitária do município, o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e um responsável técnico, uma vez que haverá emissão de laudos. Com o credenciamento, o município de Ouro Preto e a região dos Inconfidentes terão os testes gratuitos.
 
Importante frisar que a coleta do material para os testes será feita pela rede de saúde dos municípios.  
 
TESTES - Na primeira etapa do processo do PCR — exame que detecta o coronavírus —, um robô pipetador é responsável por pipetar todos os reagentes e as amostras na placa de PCR. Em seguida, a placa é colocada no aparelho de PCR em tempo real onde a reação ocorrerá. Por fim, a placa é analisada e os resultados são liberados. Esse trabalho será feito por docentes, técnicos-administrativos, doutorandos e pós-doutorandos da UFOP.

Veja também

7 Agosto 2020

Docentes do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas (CiPharma) participam da pesquisa que busca disponibilizar dados científicos sobre características químicas,...

Leia mais

7 Agosto 2020

A retomada das atividades presenciais — quando possível — e as rotinas que não pararam ou que estão sendo reativadas...

Leia mais

3 Agosto 2020

O informe tem como objetivo apresentar os números, o perfil e a distribuição de casos de Covid-19 em Ouro Preto,...

Leia mais

31 Julho 2020

Os aspectos ligados à saúde têm relação com outras dinâmicas sociais, envolvendo outros campos do conhecimento. Por isso, integrantes de...

Leia mais