Ir para o conteúdo

Prefeitura Universitária promove troca de lâmpadas de todos os campi

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Divulgação

Aprovado por meio de chamamento público do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), o projeto "Eficientização do Sistema de Iluminação da Universidade Federal de Ouro Preto" tem R$1,5 milhão em recursos para a melhoria da iluminação das áreas externas dos campi de Ouro Preto, Mariana e João Monlevade.

Ao longo dos últimos anos, a Universidade vem atuando em frentes integradas de ações sustentáveis, com a implantação de placas fotovoltaicas e ampliação do parque de placas. Para Eleonardo Lucas Pereira, pró-reitor de Planejamento e Administração, essas ações, integradas, trarão, além de segurança e conforto, uma economia significativa nas contas de energia elétrica, "propiciando que os recursos economizados sejam direcionados para o ensino, pesquisa, inovação, extensão e cultura, bem como assistência estudantil".

O projeto tem a Fundação Gorceix como interveniente e, por ter caráter subsidiado, o único ônus financeiro para a UFOP são os custos operacionais da fundação. Segundo o prefeito universitário, Edmundo Dantas, "as novas luminárias possuem maior vida útil e maior capacidade de iluminância, melhorando a visibilidade e, consequentemente, a segurança das áreas externas". Ele ainda destaca que os equipamentos antigos e obsoletos serão recolhidos e terão a devida destinação sustentável — em Ouro Preto, por exemplo, será substituído um sistema implantado em 1980.

Todo o processo é fruto de um trabalho conjunto realizado por diferentes setores da UFOP: Prefeitura Universitária (Precam), Coordenadoria de Convênios (Cecon), Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (Proplad), Pró-Reitoria de Finanças (Prof), além da colaboração externa do ex-professor do Departamento de Engenharia de Produção (Depro) Antonio Sanches. Houve ainda uma parceria com os dois escritórios técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan), em Ouro Preto e Mariana, para aprovação da modificação das luminárias dos edifícios que se encontram no perímetro histórico.

A finalização total das obras está prevista para abril de 2024. Estima-se que a economia de energia será de 596,49 MWh/ano.

Veja também

12 Julho 2024

O Conselho da Medalha da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) torna público o período de indicações para o recebimento...

Leia mais

11 Julho 2024

O Tribunal de Contas da União (TCU) escolheu a Universidade Federal de Ouro Preto para a realização de uma visita...

Leia mais

6 Julho 2024

Com profundo pesar, comunicamos o falecimento de Marina Mamede, ocorrido ontem (5), na cidade de Ouro Preto. A Marina era...

Leia mais

5 Julho 2024

A partir deste sábado (6) até a realização das eleições municipais, considerado como período de defeso eleitoral, os agentes públicos...

Leia mais