Ir para o conteúdo

Programa de Residência Médica da UFOP promove "Seminário de Práticas em Saúde Baseadas em Evidências"

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Felipe Rayann
A abertura do "Seminário de Práticas em Saúde Baseadas em Evidências", que comemora os 10 anos do Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade da UFOP, foi um espaço para discussão das práticas medicinais cotidianas e formas de execução de atendimentos, além de possibilitar a troca de experiências e interação entre médicos, residentes e alunos do curso de Medicina.
 
O evento contou também com palestras de profissionais que atuam ou já atuaram no programa, apresentações de estudos de caso e até encenações de atendimentos, realizadas por residentes.
 
Para a organizadora do evento, a médica de Família e Comunidade da Prefeitura de Ouro Preto, professora do Departamento de Medicina de Família, Saúde Mental e Saúde Coletiva (DEMSC) da UFOP e supervisora do Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade, Nayra da Silva Freitas, o evento é uma oportunidade para discutir diversas realidades do dia a dia da medicina, além de pautar discussões como a funcionalidade ou não do empirismo e seu conflito com as ações baseadas em estudos científicos, outras formas de atuação baseadas em evidências e demais demandas frequentes no cotidiano médico.
 
Nayra ressaltou a importância do evento para o programa e para a prática médica na região de Ouro Preto: "O nosso programa de residência comemora 10 anos. Foi fundado em 2013. E a gente queria fazer um evento para comemorar. Pensamos que existiam alguns temas que eram muito importantes de trazer para uma discussão mais coletiva, entre nós, do programa de residência, e os outros médicos e enfermeiros da rede que não estão incluídos nesse programa, que não são preceptores e que não são residentes. Então, resolvemos criar um evento onde fosse possível unir toda a rede de saúde de Ouro Preto, para ter um debate sobre um tema relevante. Assim, se tivéssemos uma oportunidade para estar juntos, talvez fosse possível alinhar e plantar uma sementinha de fazer uma medicina mais sólida e não muito baseada no que achamos, ouvimos na nossa experiência, mas lembrando que existem estudiosos que produzem um conteúdo para que a gente possa se embasar e cuidar melhor das pessoas".
 
A mesa de cerimônia do evento contou com a participação da Pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação e Inovação, Renata Guerra de Sá Cota, do diretor da Escola de Medicina (Emed), Iure Kalinine Ferraz de Souza, o secretário de Saúde de Ouro Preto, Leandro Leonardo de Assis Moreira, o presidente da Câmara Municipal de Ouro Preto, José Geraldo Muniz (Zé do Binga) e do provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ouro Preto, Marcelo Sérgio Gonçalves de Oliveira.
 
 

Veja também

16 Abril 2024

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) cede terreno ao município para a construção de uma Unidade Básica de Saúde...

Leia mais

15 Abril 2024

A professora do Departamento de Educação da UFOP e secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério...

Leia mais

12 Abril 2024

O projeto "Eficientização do Sistema de Iluminação da Universidade Federal de Ouro Preto" teve sua obra concluída e a cerimônia...

Leia mais

11 Abril 2024

É com pesar que a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) comunica o falecimento da servidora aposentada Geraldina Chaves de...

Leia mais