Ir para o conteúdo

UFOP está entre as Instituições mais bem avaliadas no Brasil no Índice Geral de Cursos

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Thiago Barcelos
Lado a lado, estudantes caminham pelo Campus Morro do Cruzeiro.
O resultado do Índice Geral de Cursos (IGC) 2022, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) na útima terça-feira (2), trouxe boas notícias para a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Ao manter seu conceito 4 (em 5), a UFOP se destaca entre melhores na educação superior em nível nacional, regional e no contexto de Minas Gerais.
 
No Brasil, foram avaliadas 2,22 mil Instituições de Ensino Superior, entre públicas e privadas,  ficando a UFOP na 74ª posição, mostrando uma "forte projeção de nossa Universidade neste cenário", segundo avaliação do pró-reitor de Graduação, Adilson Pereira. Na Região Sudeste, "os resultados são substantivos pois, das 894 IES avaliadas, a UFOP ficou na 49ª posição", disse o pró-reitor, acrescentando que, "quando a consulta focaliza o Estado, no âmbito de 251 instituições, ocupamos a décima posição". 
 
ORÇAMENTO E PANDEMIA - A reitora Cláudia Marliére comemorou o resultado como uma conquista significativa em meio a desafios orçamentários e própria crise gerada pela pandemia da Covid-19, ao destacar que os dados gerais mostram a relevância das Instituições Federais de Ensino Superior na educação pública brasileira. Segundo ela, no caso da UFOP, "o comprometimento e a resiliência de nossos servidores e estudantes apontam que continuamos a construir uma comunidade acadêmica forte e vibrante".
 
Marliére disse que esse resultado reflete o esforço de todas as pessoas envolvidas no processo e o "compromisso contínuo com o avanço do conhecimento e da inserção social", considerando que a UFOP se destacou, entre outros, nos quesitos assistência estudantil e programas de iniciação cietífica. "Estamos orgulhosos de fazer parte de uma instituição que contribui para o fortalecimento do ensino público e da pesquisa no país", arrematou.
 
CONTEXTO - O Pró-reitor Adilson, ao analisar os números do MEC, disse que, na Região Sudeste, das 894 instituições de ensino superior avaliadas, a maioria, representada por 533, obteve o conceito três. Segundo ele, enquanto 225 receberam a nota quatro, 90 alcançaram o conceito dois e sete ficaram sem conceito. Ele enfatizou que, "neste contexto, a UFOP se destaca entre as melhores instituições de ensino superior da região sudeste".
 
Em relação a Minas Gerais, o pró-reitor explicou que, semelhante à Região Sudeste, a maior parte, representada por 151, obteve o conceito três. Enquanto 65 receberam a nota quatro, 26 atingiram o conceito dois, e três ficaram sem conceito, o que reforça o bom desempenho da UFOP no Estado.
 
Adilson destacou também que o IGC 4 obtido pela UFOP alcançou cerca de 500 IES. Ele explicou que, de acordo com a metodologia de cálculo deste indicador, que agrupou as notas médias (sem arredondamento) no intervalo de 2,94535808716505 até 3,91367116820668, a nota da Ufop foi 3,81127183739281, "situando a Instituição na 20ª posição das IES que atingiram este conceito".
 
IFES - Entre as Federais de Ensino Superior (IFES), composta pelas Universidades Federais e Cefets, o IGC foi calculado para 65 instituições. Segundo o pró-reitor, desse total, 46 obtiveram o conceito quatro, 18, cinco e uma a nota um. Na classificação geral das públicas, então, a UFOP ficou na 46ª posição do Brasil, 8ª entre as 21 IFES da Região Sudeste e 4ª entre as 12 localizadas Minas Gerais.
 

Veja também

21 Maio 2024

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), representada pela reitora Cláudia Marliére, participa nesta semana do Seminário e Conselho Pleno...

Leia mais

15 Maio 2024

O Conselho Superior de Graduação (Congrad) da UFOP realiza reunião nesta quarta (15). Acompanhe às 14h30:

Leia mais

14 Maio 2024

A Diretoria de Tecnologia da Informação (NTI) informa que a mensagem contendo o assunto "Os seus dados pessoais foram revelados...

Leia mais

6 Maio 2024

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), em mais uma nota, expressa novamente sua solidariedade...

Leia mais