skip to content

Químico polonês explica pesquisa sobre terapia contra o câncer desenvolvida com professores da UFOP

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Talyta Teixeira
O doutor em Ciências Químicas Tomasz Ruman, professor da Rzeszów University of Technology (RUT), Polônia, palestrou nesta última quinta-feira (7) sobre a pesquisa que desenvolve com professores da UFOP sobre o uso de biomarcadores e nêutrons de boro na terapia contra o câncer. O evento aconteceu no auditório do Núcleo de Pesquisa em Ciências Biológicas (Nupeb).
 
O projeto "Research cooperation between Rzeszow University of Technology and UFOP: biomarker research and boron-neutron cancer therapy" conta com a colaboração de dois professores da UFOP: Katiane de Oliveira Pinto Coelho Nogueira, do Departamento de Ciências Biológicas (DECBI), e Orlando David Henrique dos Santos, do Departamento de Farmácia (DEFAR).
 
Sobre a pesquisa, Orlando conta que "a ideia é o desenvolvimento de um medicamento associado a uma terapia contra o câncer, algo que pode ter um impacto social no futuro, quando o produto for desenvolvido".
 
A colaboração é fruto do ERASMUS+, programa da União Europeia (UE) para financiamento de ações relacionadas a educação, treinamento, juventude e esporte na Europa. Em 2016, o primeiro projeto da UFOP foi aprovado no programa. Em 2018, a UFOP foi aprovada mais uma vez, com mobilidades previstas para 2019. Os projetos contemplaram um total de 17 mobilidades acadêmicas internacionais entre a UFOP e a Rzeszów University of Technology. Estudantes, professores e técnicos administrativos estão entre os contemplados.
 
O Prof. Orlando destacou ainda o enriquecimento proporcionado à pesquisa pela mobilidade: "Expandimos a rede de colaborações, adicionamos à pesquisa um grupo na Polônia e o esquema de trabalho deles. O método de organização e de otimização de resultados praticados pelos poloneses é diferente do nosso. A parte experimental deve começar nesta nova visita em fevereiro". 
 
PRÓXIMAS AÇÕES - Ainda neste semestre, a UFOP receberá a coordenadora Erasmus+ da RUT, Monika Stanisz, e o professor da Faculdade de Engenharia Mecânica, Wieslaw Grabón, a fim de fortalecer e expandir as relações entre as universidades. Além disso, os professores Guilherme Brigolini, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Paulo Assis, da Rede Temática em Engenharia de Materiais (Redemat), e Orlando Santos visitarão a instituição polonesa nos próximos meses.
 
No início de 2019, um novo projeto Erasmus+ de cooperação entre a UFOP e a RUT foi submetido à Comissão Europeia, visando dar continuidade à parceria. "A ideia desta nova proposta é aumentar a cooperação e expandi-la para outras áreas, considerando que as parcerias entre as áreas de Química (RUT) e Biotecnologia (UFOP) estão avançadas", ressalta a coordenadora da Caint, Jaqueline Schultz. 
 
Conheça mais sobre o Programa ERASMUS+.

Veja também

5 Fevereiro 2016

Com mais de 70 vagas em diversos cursos da Instituição, os alunos podem se candidatar a uma vaga em universidades...

Leia mais

17 Fevereiro 2016

Com mais de 70 vagas em diversos cursos da Instituição, os alunos podem se candidatar a uma vaga em universidades...

Leia mais

22 Fevereiro 2016

O presidente do Instituto de Direito Brasileiro da Universidade de Lisboa, Eduardo Vera-Cruz Pinto, esteve em Ouro Preto, e foi...

Leia mais

15 Março 2016

Com Douglas Gomides /CAINT Você tem vontade de estudar na França? Venha à palestra do Campus France e saiba como!...

Leia mais