skip to content

CNPq lança chamada para Centro de Sínteses em Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
NPG
Está aberta a primeira chamada para projetos do Centro de Síntese em Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (SinBiose), novo programa de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A chamada selecionará projetos interdisciplinares e inovadores que possam contribuir com a missão do SinBiose. Os temas são diversos e abrangem a área de Biodiversidade de Serviços Ecossistêmicos.

São exemplos de linhas de pesquisa de interesse do SinBiose:

- vetores diretos e indiretos de transformação e vulnerabilidade dos ambientes;

- bioindicadores de integridade dos ecossistemas;

- estratégias de gestão e manejo de recursos naturais e paisagens;

- serviços ecossistêmicos e suas relações com o sistema econômico e o bem-estar humano;

- identificação, avaliação e modelagem de geração, manutenção e distribuição da biodiversidade;

- prioridades e técnicas de conservação, restauração e recuperação de recursos naturais e serviços ecossistêmicos.

Os projetos selecionados terão duração de 24 meses e financiamento máximo no valor de R$ 500 mil para itens de custeio, como despesas para as reuniões presenciais e bolsas de pós-doutorado.

As equipes deverão se reunir presencialmente para desenvolver a pesquisa de forma coletiva. A estimativa é de três reuniões presenciais, realizadas preferencialmente em Brasília, organizadas em conjunto com a Gerência de Projetos do SinBiose no CNPq. 

As propostas não devem prever atividades de coleta de dados. As análises devem ser desenvolvidas em cima de dados já disponíveis. Informações mais detalhadas sobre o projeto estão disponíveis no site do CNPq.

SinBiose - Lançado em 2018, o programa tem como missão produzir sínteses de dados e conceitos de elevado padrão internacional, com ênfase em projetos relacionados a problemas atuais em biodiversidade e serviços ecossistêmicos, levando a resultados socialmente relevantes. Seu objetivo é atuar como intermediário entre ciência e política, auxiliando no desenvolvimento de cenários, estratégias e soluções para a área e na identificação de lacunas de conhecimento e problemas ambientais emergentes.

Veja também

16 Novembro 2017

A tese de doutorado "Do Leishflow ao Leishplex: inovações tecnológicas da sorologia por citometria de fluxo aplicado ao diagnóstico da...

Leia mais

16 Novembro 2017

A equipe Rodetas, fundada no Laboratório de Tecnologias Industriais da Escola de Minas, obteve o título de vice-campeã na Competição...

Leia mais

4 Dezembro 2017

Os números são do resultado da Chamada de Demanda Universal, que é a mais abrangente lançada pela Fundação de Amparo...

Leia mais

13 Dezembro 2017

Estão disponíveis, no site da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação , os resultados preliminares dos seguintes programas de iniciação científica:...

Leia mais