skip to content

Ex-aluno da UFOP tem artigo publicado em revista internacional

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Arquivo Pessoal
O ex-aluno da Escola de Farmácia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Rory Brito teve sua pesquisa "Chimeric Vaccines Designed by Immunoinformatics-Activated Polyfunctional and Memory T Cells That Trigger Protection against Experimental Visceral Leishmaniasis" (em português: "Vacinas quiméricas desenhadas por imunoinformática ativam células T polifuncionais e de memória gerando proteção contra a leishmaniose visceral experimental") publicada na revista internacional Vaccines, da editora suíça MDPI. O estudo teve a supervisão do professor do Departamento de Análises Clínicas da UFOP Alexandre Barbosa Reis e colaboração de pesquisadores da Fiocruz Minas. 
 
A pesquisa propõe a produção de vacinas para Leishmaniose a partir da imunoinformática, técnica que abarca diferentes metodologias computacionais na produção de vacinas e que pode ser aplicada a inúmeros patógenos, como o vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19. A imunoinformática também pode ser aplicada a vacinas já existentes, beneficiando toda a comunidade científica que trabalha com imunização.
 
"Nós propusemos duas vacinas quiméricas desenhadas a partir da imunoinformática. Essas quimeras são construções compostas por diferentes e pequenas porções de outras proteínas imunogênicas de Leishmania infantum. Essas vacinas passaram por testes in vivo nos quais foram avaliados importantes aspectos da imunogenicidade, geração de memória imunológica bem como de proteção em modelos murinos", explica Rory. 
 
Os resultados são animadores, mostrando "através de experimentos diversos a capacidades destas vacinas em induzir uma resposta polifuncional em linfócitos, além de induzir memória central e efetora em células T", acrescenta, destacando a completude do trabalho, que vai desde a simulação computacional até testes em células vivas.
 
RECONHECIMENTO - Através do programa Next Generation Scientis, da empresa de fármacos Novartis, Brito foi selecionado, no ano passado, para um estágio de três meses na Universidade de Basileia (Suíça), onde estudou a transmissão e as consequências da Leishmaniose Visceral Canina em humanos. Já o professor Alexandre Barbosa Reis foi indicado, em 2019, a receber uma moção de aplauso na Câmara dos Deputados por desenvolver a vacina LBSap para tratamento da Leishmaniose, a ser utilizada em cães, que possui um grande potencial terapêutico e imunogênico.

 

 

Veja também

24 Novembro 2020

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propp) divulga os resultados finais de propostas para o programa Pivic/UFOP e os resultados...

Leia mais

19 Novembro 2020

Amanda Arlinda da Silva, Karina da Silva Soares, Filipe Luiz Marques e Michel Richter de Souza, do curso de Administração...

Leia mais

18 Novembro 2020

O ranking, realizado pela empresa britânica Mendeley, desenvolvedora de produtos para o meio acadêmico, elenca os 100 mil pesquisadores de...

Leia mais

12 Novembro 2020

O Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (Neabi), o Sistema de Bibliotecas e Informações (Sisbin) e a Pró-Reitoria de Pesquisa...

Leia mais