Ir para o conteúdo

Unidade Embrapii da UFOP assina contrato com a Samarco para projetos sobre utilização do rejeito de minério

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Livia Ferreira
Após o credenciamento como unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) com atuação na área de Mineração Sustentável, a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) firmou acordo com a mineradora Samarco com o objetivo de desenvolver estudos para fornecer uma melhor utilização do rejeito arenoso de minério de ferro na cadeia produtiva da construção civil. O contrato foi firmado por meio da Fundação de Desenvolvimento de Pesquisa (Fundep).
 
A UFOP vai definir o padrão de composição do rejeito de minério a ser aplicado na produção de pré-moldados e alvenaria fabricados a partir de rejeitos arenosos. Entre os projetos previstos pela iniciativa está a destinação do material produzido à fabricação de blocos que serão aplicados na pavimentação da estrada da Purificação, que liga o distrito de Antônio Pereira ao bairro Morro de São João, em Ouro Preto.
 
A parceria foi firmada em outubro deste ano e marca o primeiro projeto a ser desenvolvido pela unidade da UFOP, quase um ano após a Instituição ser selecionada para atuar como parte da Embrapii. Na ocasião, a unidade foi nomeada como "Sustentabilidade da Mineração" e teria atuação em três linhas de pesquisa: Operação Sustentável de Mina; Processos Sustentáveis na Mineração; e Tratamento e Manejo Sustentável de Resíduos na Mineração.
 
Parte importante da realização da parceria com a Samarco se deve ao trabalho do Grupo de Pesquisa em Resíduos Sólidos (Reciclos - CNPq), com o envolvimento do Laboratório de Materiais e Construção (lmc²), do Departamento de Engenharia Civil (Deciv) e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (Propec). A equipe tem desenvolvido tecnologias e soluções para reaproveitamento de rejeitos de grande geração da mineração e siderurgia desde 2006.
 
O professor do Propec Ricardo Fiorotti entende que as interações entre a Universidade e o setor produtivo são "fundamentais para a consolidação dos laboratórios da UFOP, bem como para as ações dedicadas à melhor formação em nível de graduação (iniciação científica) e pós-graduação". O professor também destaca a importância da parceria da Embrapii com a Samarco como sendo uma "iniciativa que subsidia ações de pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologia capazes de levar às comunidades todo o desenvolvimento científico instalado na Universidade".
 
A parceria prevê também a avaliação do aproveitamento do rejeito arenoso de minério em outras áreas, a depender da viabilidade técnica e do potencial econômico.

Fotos: Livia Ferreira

Veja também

12 Abril 2024

A Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proppi) recebe inscrições de projetos para os respectivos editais de iniciação cientifica (IC):...

Leia mais

19 Março 2024

A professora do Departamento de Educação e Tecnologias (Deete) Márcia Ambrósio está lançando a obra "Reverso da avaliação, analisando os...

Leia mais

19 Março 2024

Os professores Leandro Vinícius Alves Gurgel e Laurent Frédéric Gil realizam há mais de 20 anos uma pesquisa sobre a...

Leia mais

18 Março 2024

O livro "Updatism: understanding time and history, a theory for the 21st century" foi escrito pelos professores do Departamento de...

Leia mais