skip to content

UFOP integra movimento pela valorização da mulher na universidade

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Ascom/Andifes
Com: 
Chico Daher

Políticas públicas que valorizam as mulheres no âmbito da educação e previnem a violência e o assédio foram tema de um encontro inédito entre a bancada feminina e reitoras de universidade federais, realizado pela Procuradoria Especial da Mulher e pela Secretaria da Mulher da Câmara Federal, na terça (23), em Brasília. Representando a UFOP, a reitoria Cláudia Aparecida Marliére de Lima participou do evento, que discutiu o momento vivenciado pelas mulheres na academia. Atualmente, das 65 universidades federais já consolidadas, 19 são geridas por mulheres.

As mulheres vivem um momento de destaque em todas as áreas da ciência. Com o evento, foi criada uma frente parlamentar pluripartidária das mulheres para que os debates sobre esses temas sejam continuados e incorporados em atividades parlamentares e, a partir disso, sejam planejadas ações no sentido de melhorar as políticas públicas que envolvem o universo feminino. 

Outra sugestão é a mobilização em bloco nas discussões sobre o orçamento, de forma a garantir a continuidade das atividades universitárias em sua plenitude. Segundo Cláudia, encontros dessa natureza são importantes por envolverem deputadas e senadoras de diversos partidos, sensíveis a uma causa que acabou unindo as parlamentares na formação dessa frente, juntamente com as reitoras, independentemente de ideologias. "A partir desse lugar, podemos discutir a realidade da sociedade e, por meio das universidades e do Congresso Nacional, traçar projetos em defesa desse universo feminino", assinala a reitora. 

Cláudia destacou também que todas as falas foram "muito pertinentes a temas caros para as universidades públicas, como raça, gênero e acesso da mulher pobre à educação superior, mostrando a importância de o país não ter de volta uma política de exclusão, como se especula em alguns setores da sociedade". 

Outros assuntos debatidos no encontro foram as mudanças no perfil dos estudantes nos últimos anos; a importância de dar mais visibilidade às ações das instituições de ensino; a preocupação com os cortes na área da ciência, como a suspensão das bolsas de pesquisa do edital universal do CNPq; a necessidade de tornar o Pnaes (Programa Nacional de Assistência Estudantil) uma política permanente; a importância da extensão universitária e da troca de saberes com as comunidades locais, entre outros assuntos relacionados ao ensino, à extensão e à pesquisa. 
 

 

DEFESA DAS UNIVERSIDADES - O movimento em defesa das universidades públicas ganhou outro reforço na quarta (24), quando foi lançada no Congresso Nacional a Frente Parlamentar Mista pela Valorização das Universidades Federais, com a presença de reitores de universidades federais e da Comissão Nacional de Mobilização do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN). A frente, que é suprapartidária e já conta com assinaturas de centenas de deputados e senadores, tem como objetivo atuar na defesa da autonomia universitária e unir forças para o debate e a construção de projetos em prol das universidades federais. 



Conheça mais sobre a Frente Parlamentar Mista pela Valorização das Universidades Federais.

Veja também

19 Novembro 2021

Prestar reverência ao líder negro Zumbi dos Palmares, executado no ano de 1.695, é uma forma de reconhecer a nossa...

Leia mais

15 Outubro 2021

A humanidade colocou em curso uma jornada simbólica de construção e reconstrução do mundo desde o início da pandemia do...

Leia mais

12 Julho 2021

À Comunidade Universitária e demais interessados Como é do conhecimento de nossa comunidade acadêmica, trabalhamos no enfrentamento dos diversos desafios...

Leia mais

28 Junho 2021

A reitora da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Cláudia Marliére participou na sexta-feira (25), no Centro de Convenções da...

Leia mais