skip to content

Reunião conjunta busca convergência no planejamento das atividades futuras

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Na quinta (25), a reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus foi realizada em conjunto com a Reitoria da UFOP e contou com a participação de representantes da Comissão de Avaliação das Atividades Práticas (Prograd), do Grupo de Apoio Técnico (GAT) e da Comissão de Estratégias para o Retorno das Atividades Presenciais do Instituto de Ciências Exatas e Biológicas (Iceb).
 
Foram apresentadas atividades desenvolvidas nos últimos meses e perspectivas de ações a serem executadas. Com esse diálogo, foi possível verificar afinidades e complementaridades entre as equipes e indicar maior colaboração para o planejamento dos encaminhamentos institucionais. A articulação terá maior efetividade com um comitê de gestão de crise, que deve ser implantado em breve pela Reitoria.
 
Entre as questões debatidas, estavam a avaliação e projeções de interferência na infraestrutura, as aquisições e implantações de recursos voltados à prevenção e ao combate à Covid-19, e a normatização e indução de circulação de pessoas para o momento de retomada das atividades presenciais, quando isso for possível.
 
Também foi discutida a dificuldade de equilíbrio entre as demandas de intervenções físicas e de aquisição de insumos com os recursos financeiros da Universidade. A UFOP não tem recursos disponíveis para o momento e a projeção futura também não é favorável, por isso, a constituição de um comitê de crise vai auxiliar nas definições das prioridades a serem contempladas.
 
AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO - O Comitê continua atualizando e disponibilizando o Painel Covid, com os dados de contaminação e óbitos nas 20 cidades com maior presença de estudantes da UFOP, além dos valores totais de Minas Gerais.
 
Na tabela resumida é possível verificar que a tendência de aumento dos casos continua preocupante, uma vez que atinge atualmente 17 dos municípios. Apresentam estabilidade apenas as cidades de Mariana e Timóteo, esta última com indicadores mantidos em patamares muito altos. Ouro Branco é a única que indica um declínio na contaminação.
 
Você também pode conferir abaixo o desenvolvimento anual das médias de contágio em Minas Gerais e nas 20 cidades monitoradas:
 
 
Você também pode conferir abaixo o calendário anual das médias de contágio em Minas Gerais e os óbitos nas 20 cidades monitoradas:
 
 
 
 

Veja também

31 Março 2021

Seguindo as orientações e medidas restritivas impostas pela Onda Roxa em Ouro Preto, a Pró-Reitora de Orçamento, Planejamento e Administração...

Leia mais

19 Março 2021

Com a alta da contaminação pela Covid-19, o governo de Minas Gerais decretou em 3 de março a fase denominada...

Leia mais

15 Março 2021

Neste mês de março estamos completando um ano da decretação da pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e de...

Leia mais

10 Março 2021

Serão vacinados nesta quinta (11), das 8h às 12h, os idosos ouro-pretanos com idade a partir de 84 anos. O...

Leia mais