skip to content

Grupo de pesquisa “Livre Hermana” debate as relações político-sociais da sociedade atual

Twitter icon
Facebook icon
Google icon

A conjuntura do país tem tomado importantes espaços de debate no meio acadêmico. Trazer para discussão os aspectos da vivência da população, por exemplo, a exploração da força de trabalho, as instituições da classe trabalhadora, os movimentos sociais e as políticas públicas, evidencia o caráter humano da sociedade e a importância do indivíduo para a comunidade. Nesse sentido, o grupo de pesquisa "Livre Hermana - Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Formação Social Latino-Americana e Brasileira", vinculado ao Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), propõe o desenvolvimento de estudos e pesquisas que abordem a particularidade da formação social latino-americana e brasileira. 

O grupo, formado por docentes e alunos do curso, surgiu no segundo semestre de 2018, a partir do momento em que alguns professores identificaram preocupações políticas, sociais e metodológicas semelhantes no decorrer de suas pesquisas, principalmente as que estudam o contexto latino-americano e brasileiro. Assim, iniciou-se o debate de temas pertinentes para a sociedade, sendo os encontros abertos a toda a comunidade.

Os professores coordenadores do Livre Hermana, Claudio Horst, Kathiuça Bertollo, Raquel Mascarenhas e Rodrigo Ribeiro, destacam a importância de estudar as relações sociais presentes na sociedade para entender seu funcionamento, para que seja possível identificar problemas e pensar em possibilidades, apoiando lutas e movimentos em favor da classe trabalhadora. 

"A intensificação da exploração da força de trabalho, o crescimento da pobreza, o aprofundamento da desigualdade social e da concentração de riqueza nas mãos de poucos, as contrarreformas regressivas envolvendo os direitos sociais e a intensificação de expressões irracionalistas como xenofobia, racismo, machismo e homofobia são algumas das questões que estão na ordem do dia. Os dramas da mineração extrativista que assolam nossa região são também muito marcantes: necessitamos sempre aprofundar o estudo de nossa realidade e identificar nas lutas sociais as contradições que surgem neste processo", explicam. 

IMPORTÂNCIA PARA O ALUNOS — Os alunos do curso de Serviço Social são os principais agentes do grupo. Ao mesmo tempo em que desenvolvem, junto com os docentes, as pesquisas e projetos, os estudantes também aplicam os resultados nos estudos provenientes das disciplinas do curso, uma vez que o objeto central de análise do Serviço Social é a sociedade e suas relações. "Queremos contribuir com o debate sobre as especificidades desta região do país, da América Latina, analisando os processos sociais em unidade e totalidade com os processos globais", ressaltam. 

O curso de bacharelado em Serviço Social estuda, de acordo com as diretrizes instituídas em 1990, três áreas de concentração: a) o núcleo de fundamentos teórico-metodológicos da vida social; b) o núcleo de fundamentos do trabalho profissional; c) o núcleo de fundamentos da formação sócio-histórica da sociedade brasileira. O Livre Hermana se propõe a desenvolver estudos relacionados à terceira diretriz, mas sem deixar de construir uma relação com as outras duas. 



O grupo se reúne quinzenalmente, às terças-feiras, na sala 08 do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), em Mariana. Confira o calendário de encontros do semestre 2019/1.
 
 

Veja também

8 Abril 2020

O Sistema de Bibliotecas e Informação (Sisbin) da UFOP disponibilizou uma plataforma com conteúdos voltados para a área da Saúde...

Leia mais

7 Abril 2020

A Liga Acadêmica de Fisiologia Endócrina e Metabolismo (Lafem) da UFOP vai debater o tema "Covid-19 x Endocrinologia", abordando esta...

Leia mais

6 Abril 2020

Os formulários do Projeto Coorte de Universidades Mineiras (Cume) serão enviados para o e-mail pessoal ou institucional dos ex-alunos de...

Leia mais

31 Março 2020

O Laboratório de Análise Experimental e Simulação de Sistemas (Laess) do curso de Engenharia Mecânica da UFOP começa a produzir...

Leia mais