Ir para o conteúdo

UFOP recebe prêmio Capes-Elsevier de instituições com maior número de pesquisas em ODS da ONU

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Divulgação
A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) está entre as 13 instituições brasileiras reconhecidas pela contribuição de maior impacto aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). A UFOP se destacou na ODS 5: Igualdade de Gênero. A entrega da premiação foi durante a 5º edição do Prêmio Capes-Elsevier, realizado na última terça-feira (5), em Brasília. A pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Renata Guerra representou a UFOP e recebeu a premiação.
 
A reitora Cláudia Marliére comemorou o reconhecimento e reafirmou o compromisso da Universidade. "A igualdade de gênero não é apenas uma meta a ser alcançada, mas um compromisso constante com a justiça, a diversidade e a inclusão", disse.
 
O trabalho da Universidade na luta pela igualdade de gênero em suas pesquisas se estende também à prática. Em 2019, a UFOP instituiu as normas e procedimentos para os casos de violência contra a mulher com a criação da Ouvidoria Feminina. A iniciativa conquistou um prêmio no 1º Concurso Boas Práticas, do Ministério da Educação (MEC). Concorrendo na categoria "Aprimoramento das Atividades de Ouvidoria", o órgão ficou em primeiro lugar entre seis participantes.
 

premio.jpg

Arquivo Pessoal
Prêmio Capes-Elsevier
 
ODS NA UFOP - A Universidade tem trabalhado para aplicar os ODS às pesquisas há algum tempo. Em 2020, o tema do Encontro de Saberes, evento que reúne todas as ações de pesquisa, ensino, extensão e internacionalização da Universidade, foi a Agenda 2030. Foram incluídas na programação conferências relacionadas ao assunto e, entre os convidados, estava o diretor do Centro de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para a América Latina e Caribe (CODS), o colombiano Felipe Castro, da Universidad de Los Andes. Veja como foi a conferência.
 
Além disso, desde 2021, a Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proppi) pede o Enquadramento dos Projetos de Iniciação Científica às Metas da Agenda 2030. Para a pró-reitora da Proppi, Renata Guerra, as pesquisas que abordam a igualdade de gênero desempenham um papel crucial na construção de sociedades mais justas e equitativas. Ela afirma que "ao destacar desafios e soluções, essas publicações contribuem para um diálogo informado e para a promoção de mudanças significativas em direção à igualdade de gênero em todo o mundo".
 
Participaram da premiação a presidente da Capes, Mercedes Bustamante, além do diretor de programas da Capes, Laerte Ferreira, a gerente de contas do Brasil, Ana Luisa Maia e o diretor regional de vendas para a América Latina, Ezequiel Farré.
 
Para Mercedes, os prêmios são importantes e destacam o trabalho da comunidade científica. “Eu fico feliz em entregar esse prêmio e ofertar isso aos nossos pesquisadores pelas ações que merecem destaque nas universidades. Esses trabalhos premiados passaram pelo período da pandemia e tiveram êxito e isso é indicativo de resiliência dos pesquisadores no trabalho com os temas premiados nesse evento”.
 
PRÊMIO CAPES-ELSEVIER - De acordo com dados da Elsevier, o Brasil ocupa o 14º lugar no ranking de países de maior produtividade científica. O prêmio homenageia as instituições que contribuem para o desenvolvimento científico nacional e os vencedores são selecionados a partir de análises da produção científica e métricas extraídas da ferramenta SciVal, da Elsevier.
 
Para esta edição, os vencedores foram selecionados a partir do indicador que analisa a porcentagem das publicações entre as top 10% mais citadas em cada ODS. Também foram elegíveis para concorrer ao prêmio as instituições com mais de 2.000 documentos nos últimos 5 anos (2018-2022) e, ainda, as top 100 instituições com contribuição a cada ODS.
 
ODS - Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são um apelo global à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade. São 17 objetivos que abordam os principais desafios de desenvolvimento enfrentados pelas pessoas no Brasil e no mundo. Saiba mais.
 

capes.jpg

Representantes de Instituições Federais recebem o prêmio Capes-Elsevier

Veja também

20 Fevereiro 2024

Uma delegação da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) representou o Brasil no Sustainable Industrial Processing...

Leia mais

19 Fevereiro 2024

A técnica administrativa do Departamento de Química (Dequi) Natália Roberta Marques Tanure teve sua pesquisa de mestrado transformada em capítulo...

Leia mais

7 Fevereiro 2024

O Núcleo de Direito do Consumidor (NDCon), vinculado ao Departamento de Direito (Dedir) da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP),...

Leia mais

30 Janeiro 2024

A equipe responsável pela pesquisa busca voluntários egressos do curso de Serviço Social da UFOP para responderem o questionário. O...

Leia mais